Marília: “É muito grave se pensar em desvio de recursos que deveriam salvar vidas"



A deputada federal Marília Arraes disse que a ação de hoje na Polícia Federal reforça a preocupação com a falta de transparência no uso de recursos públicos que deveriam estar usados para salvar vidas.



Em suas redes sociais, Marília lembrou que já no dia 14 de maio encaminhou ao Tribunal de Contas do Estado (TCE-PE), ao Ministério Público de Contas (MPCO) e ao Ministério Público Federal (MPF) um alerta para a necessidade de maior transparência no uso destes recursos, pelo fato do Recife ter sido a capital brasileira que mais contratou serviços e produtos a fornecedores sob regime de licitação, ultrapassando os R$ 670 milhões.


No dia 15 de maio, ela também enviou um requerimento de informação para a própria Secretária de Saúde do Recife solicitando o detalhamento destas compras sem licitação. Solicitação que ainda não foi respondida.


Marília escreve:


“O que se vê é que nos últimos 15 dias o volume de denúncias de irregularidade vem se acumulando. E hoje um novo fato grave surge com a operação da Polícia Federal na sede da Prefeitura do Recife”.


Importante destacar que, para além da compra dos respiradores muito mais dinheiro pode estar sendo utilizado indevidamente. É por isto que defendo uma investigação ampla de todos os contratos.


Tudo isto é fruto da falta de transparência. Continuo aguardando a resposta ao pedido de informação que fiz com base na Lei de Acesso à Informação, que foi sancionada pelo próprio Prefeito Geraldo Julio, e que também não vem sendo cumprida”.

1 visualização0 comentário
  • Facebook - Círculo Branco
  • Twitter - Círculo Branco
  • YouTube - Círculo Branco
  • Instagram - White Circle

© 2020 Marília Arraes

Entre nessa onda

Insira seu número de Whatsapp para saber o que Marília quer para Recife